Não solicitamos autorização de terceiros para a publicação de conteúdo neste blog. Caso alguém discorde de alguma publicação, entre em contato pelo e-mail elisandro.felix@gmail.com e solicite, com justificativa, a exclusão do material.

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

LEITURA E INTERPRETAÇÃO TEXTUAL - 6º ANO FUNDAMENTAL



Atividade sugerida ao 6º ano do ensino fundamental                                          Clique aqui para imprimir


QUESTÃO 01: Leia o poema “No meio do caminho” (Drummond)



No meio do caminho tinha uma pedra
Tinha uma pedra no meio do caminho
Tinha uma pedra
No meio do caminho tinha uma pedra



Nunca me esquecerei desse acontecimento
Na vida de minhas retinas tão fatigadas.
Nunca me esquecerei que no meio do caminho tinha uma pedra
Tinha uma pedra no meio do caminho
No meio do caminho tinha uma pedra.



  • Reescreva o verso do poema que poderia ser substituído por “na minha vida cansada”.



QUESTÃO 02: Leia o poema “Meus oito anos” (Casimiro de Abreu)


Oh! Que saudades que tenho
Da aurora da minha vida,
Da minha infância querida
Que os anos não me trazem mais!
Que amor, que sonhos, que flores,
Aquelas tardes fagueiras
À sombra das bananeiras,
Debaixo dos laranjais.

  • Copie a frase que faz referência ao poema acima.

(A) O eu lírico, em sua vida adulta, revela estar feliz e animado.
(B) O eu lírico, em sua vida adulta, expressa a saudade que tem da infância.
(C) O eu lírico, em sua vida adulta, fala de sua paixão na adolescência.
(D) O eu lírico, em sua vida adulta, reclama do tempo e da vida que tem.
  


QUESTÃO 03: Leia o trecho do texto “Por uma semente de paz” (Ganymedes José)

O primeiro contato de Liene foi com um sexto ano de quarenta alunos. Dona Celina fez a apresentação da nova professora e depois retirou-se, deixando Liene a sós com a pirralhada. Esse foi o pior momento!
“Meu Deus, não permita que eu entre em pânico!” – pediu ela, mordendo os lábios. “Todos são crianças e precisam de mim!”
E fazendo um grande esforço para manter a tranquilidade, começou a conversar com os novos alunos. Eles eram completamente o oposto do que havia vivenciado no (colégio) Rainha do Céu. [...]

  • A partir da leitura do trecho acima, escreva o nome da professora que disse: “Meu Deus, não permita que eu entre em pânico!” [...]“Todos são crianças e precisam de mim!”.


QUESTÃO 04: Leia o texto abaixo “Os gnomos e o sapateiro”


Era uma vez um sapateiro tão pobre, tão pobre, que só lhe restava couro para um único par de sapatos. Certa noite, quando ia começar a fazê-lo, sentiu-se cansado. Apenas recortou uma tira de couro e deixou para terminar o serviço no dia seguinte.
De manhã, quando voltou para a mesa de sua oficina, encontrou o par de sapatos prontinhos. Apanhou cada um dos sapatos e examinou-os, tentando descobrir quem os havia confeccionado [...]: era um verdadeiro mistério. Intrigava-o ainda mais o fato de que aquele par de sapatos era o mais perfeito que ele já tinha visto. [...].

  • Copie a frase que esteja de acordo com o texto acima.

(A) O sapateiro fabricou os sapatos no dia seguinte.
(B) O sapateiro sonhou que os sapatos estavam prontos.
(C) O sapateiro não conseguiu descobrir quem fabricou os sapatos.
(D) O sapateiro descobriu o fabricante dos sapatos. 



QUESTÃO 05: Leia o texto “Casa séria” (Roseana Murray)

Nessa casa todos são
Absolutamente sérios
Quem sorri ganha nota zero.

O pai é todo arrumado,
Terno colarinho e gravata.
Vive sempre ocupado,
Para ele tempo é dinheiro.

A mãe é muito nervosa,
Cala a boca menina,
Não me azucrina,
E trabalha sem parar,
De janeiro a janeiro.

A menina, de vestido engomado,
Gruda o rosto sério na janela,
E fica olhando de lado
O tempo passar devagar.

  • Quantas e quais pessoas são relatadas no texto acima.



QUESTÃO 06: Leia a tirinha abaixo.
 


  • Explique por que Calvin foi castigado pela professora. 


QUESTÃO 07: Leia o texto abaixo “As fadas”

Era uma vez uma viúva que tinha duas filhas. A mais velha se parecia tanto com ela que, quem a via, pensava estar vendo a mãe.
- Como são desagradáveis e orgulhosas! – costumavam comentar os conhecidos. – Ninguém aguenta viver perto delas.
A caçula era o verdadeiro retrato do pai, pela doçura e pelo bom caráter. E, além disso, muito bonita.
Como costumamos amar quem se parece conosco, a mãe era louca pela filha mais velha e tinha uma incrível antipatia pela caçula. [...]

  • Reescreva a frase que esteja de acordo com o texto.

(A) O pai gostava da esposa e das duas filhas.
(B) Todas as pessoas gostavam das filhas da viúva.
(C) A mãe gostava da filha mais velha e odiava a filha mais nova.
(D) A filha mais velha se parecia muito com o pai.



QUESTÃO 08: Leia a tirinha abaixo “Calvin e Haroldo” 



  • Que tipo de comida, Calvin e Haroldo, está preparando?



QUESTÃO 09: A partir da tirinha acima, responda qual foi a ideia de Calvin? 


QUESTÃO 10: Leia o texto “O que é CEP”

CEP é a sigla do código de endereçamento postal. O código de endereçamento postal é um conjunto de números que identificam o local. No envelope, o CEP deve vir na frente ou abaixo do nome das cidades em que moram o remetente e o destinatário. Quando o usamos corretamente, a carta chega mais rápido a seu destino e não corre o risco de se extraviar.

  • Segundo o texto, para que serve o CEP?



QUESTÃO 11: Segundo o texto da questão n. 10, quais são as consequências quando se usa o CEP de forma errada?
  


QUESTÃO 12: Leia o texto “Antigamente” (Drummond)



Antigamente, as moças chamavam-se mademoiselles e eram todas mimosas e muito prendadas. Não faziam anos: completavam primaveras, em geral dezoito. Os janotas, mesmo não sendo rapagões, faziam-lhes pé-de-alferes, arrastando a asa, mas ficavam longos meses debaixo do balaio. [...]



  • Segundo o texto, o que significa “completar primaveras”?

Clique aqui para imprimir

Organizado por Porf. Elisandro Félix de Lima
 


Nenhum comentário:

ATIVIDADES ESCOLARES

ATIVIDADES ESCOLARES
SOL.ETI.BR

Cadastre-se e receba atualizações do blog em seu e-mail.

SEGUIDORES